CONTATO

Cursos Bíblicos Fonte de Luz

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Poema Missão de Alegria


Missão de Alegria (Mirtis Matias)
Não quero fazer tua obra como quem arrasta os pés
Sob o peso de uma cruz. Quero ser riso e carinho,
Uma flor pelos caminhos, nas noites quero ser luz.

Quero fazer tua obra como quem canta aleluias
Ou melodias de amor; como quem é muito amado,
Como um princípio de festa, como o final de uma dor.

Não me deixes partir se tua não vais comigo;
Não me deixes falar se for palavra minha;
Tolhe-me as mãos se a obra não for tua;
Paralisa-me os pés se quiser ir sozinho.

Se ameaçar-me o desânimo, se a fraqueza assaltar-me,
Que tua mão me socorra para que volte a esperança,
O entusiasmo reviva e a alegria não morra.

Quando falar em teu nome (que seja uma constante)
Enche-me a minha alma de gozo:
Os que ouviram teu recado,
Não pense num Deus marcado,
mas num príncipe de paz e um Rei vitorioso.
 “Missões têm um custo Missões têm um preço! Os que seguem a Deus devem Manter a Obra de Deus”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário