CONTATO

Cursos Bíblicos Fonte de Luz

domingo, 3 de janeiro de 2010

Etiopia
















Etiópia

45ª posição na Classificação de países por perseguição

A população

A população etíope é diversificada. Quase 77 grupos étnicos compõem a população, e falam-se 84 línguas no país. O idioma amárico é o oficial. Algumas escolas, entretanto, substituíram o ensino dessa língua por outras mais faladas na região, como o oromifa e tigrinia.

A AIDS é um problema para os etíopes. Em 2005, a ONU afirmou que mais de 25 mil pessoas são infectadas pelo HIV semanalmente na Etiópia, incluindo crianças.1 Aproximadamente 4,4% dos adultos possuem o vírus.
Por conta da doença, a expectativa de vida é baixa (55 anos) e a mortalidade infantil é alta (8,2% das crianças que nascem vivas morrem antes de completar o 1º ano de idade).

Informações gerais

A economia da Etiópia é empobrecida, baseada na agricultura. Esta emprega 80% de todos os trabalhadores.

A agricultura sofre com as frequentes secas e a população sofre com a falta de alimentos. Mais de um milhão de etíopes já morreram de inanição nos últimos 30 anos. Atualmente, cerca de 45% da população é subnutrida.

Dados Gerais
Capital
Adis-Abeba

População
83 milhões (16,2% urbana)

Localização
Leste da África

Idiomas
Amárico, inglês, árabe, somali e línguas regionais

Religião
Islamismo 45%, cristianismo ortodoxo 40%, protestantismo 10%, outras 5%

Perseguição
Algumas limitações

Restrições
A liberdade religiosa é assegurada pela Constituição, mas é desrespeitada por indivíduos

Motivos de Oração:

1. O islamismo continua a ser um desafio para o cristianismo. Ore para que a Igreja saiba lidar com esse conflito de maneira adequada, apresentando respostas como a evangelização e a implantação de igrejas.
2. A Etiópia abriga um grande número de refugiados. Ore para que a Igreja alcance os campos de refugiados com serviço, apoio, auxílio e amor.
3. A Etiópia está cercada de muitos povos ainda não alcançados. Ore para que a Igreja etíope desenvolva ainda mais a sua visão missionária em direção aos países vizinhos.
4. Ex-muçulmanos têm sido vítimas de marginalização. Peça a proteção de Deus para aqueles que sofrem desprezo e oposição por terem aceitado a salvação em Cristo. Ore para que a Igreja saiba como cuidar desses novos convertidos.

Não deixe de ler a reportagem inteira no site (http://www.portasabertas.org.br) Este é apenas um resumo para o momento missionário em nossa Igreja.

Nenhum comentário:

Postar um comentário